ZIPMAIL FOI O PRIMEIRO E-MAIL GRATUITO DO BRASIL

O Zipmail foi o primeiro e-mail gratuito brasileiro, criado como parte do portal Zip.net.

Fundação
A inspiração para a criação do Zip.net saiu de uma Empresa de celular chamada Mcaw Celulary que era a maior empresa de celular do mundo. Ela era uma empresa extremamente informal, enxuta, com pessoal jovem e ativo. O Portal Zip.Net, junto com o ZipMail, são criação de Marcos de Moraes, filho do ex-rei da soja, Olacyr de Moraes.

Em 1991, Marcos de Moraes trabalhava com seu pai na empresa da família, quando recebeu uma proposta para que a empresa entrasse na privatização de telecomunicações, o que não aconteceu na época. Isso, entretanto, chamou sua atenção para a área de telecomunicações, que era um pouco diferente da tradicional.

Em 1996, quando se começou a falar em Internet, eles foram procurados pela Netcom - uma provedora de acesso americana, independente, da Costa Oeste, muito grande, à qual se associaram. Logo em seguida, a Netcom foi comprada por outra empresa. Eles tinham a marca Internecticom, que era marca internacional na época, e resolveram comprar a parte deles aqui no Brasil.

Como tinham uma carteira muito grande de clientes corporativos - Bovespa, TAM, Pão de Açúcar, BMW e Nestlé, entre outros -, começaram então a discutir a maneira de atendê-los, trazendo-lhes consumidores e, ao mesmo tempo, por meio da Internet, interatividade.

Surgiu, então, a idéia do e-mail gratuito, isso porque o e-mail gratuito era uma maneira muito barata de adquirir novos clientes e de se ter informação sobre o usuário, o que era fundamental. Discutiram isso de manhã, conversaram mais um pouco na hora do almoço e, às seis da tarde, estava decidido que iriam fazer esse e-mail, ainda sem nome.

Deram o prazo alucinante de 90 dias, para ter tudo funcionando. E, em 90 dias, eles tinham o ZipMail, o primeiro serviço de e-mail gratuito do Brasil, com equipamentos comprados, comerciais da Luana Piovani na televisão, enfim, tudo funcionando. O plano foi captar um número grande de usuários, traçar o perfil deles e, em cima disso, construir um portal.

Trajetória
O ZipMail foi um sucesso imediato. Porém, lançado em agosto de 1998, quase foi vítima do próprio sucesso. Era esperado, na melhor das hipóteses, obter 300 mil usuários em um ano. Em oito meses, tinha-se 1 milhão. Chegou a se conseguir a adesão de até 11 mil usuários num único dia. Tudo isso num país que, na época, tinha no máximo 3 milhões de internautas. Foi uma operação de guerra, para fazer o sistema agüentar. O portal foi montado. Alguns meses depois, o Unibanco os procurou, propondo comprar 11% do negócio, o que os possibilitou continuar crescendo.

Em fevereiro de 1999 o portal Zip.net foi adquirido pela PT multimedia, braço do grupo Portugal Telecom, por 365 milhões de dólares (sendo o primeiro grande negócio da Internet brasileira). Mais tarde, em junho de 2001, UOL e Portugal Telecom viraram sócias e o Zip.net, propriedade do segundo é transferido para a UOL.

Em novembro de 2001, a UOL fechou o Zip.net e manteve apenas o Zipmail. A partir de 1º de novembro, o Zip.Net voltou às suas origens: passou a concentrar suas operações no produto responsável pela sua trajetória de sucesso, o correio eletrônico. Com a mudança, o endereço eletrônico http://www.zipmail.com.br tornou-se a única destinação de todos os endereços pelos quais se chegava antes ao Zip.Net e que os sites do antigo portal passaram a integrar o conteúdo do UOL, onde se encaixaram em novo modelo de negócios e se transformaram em sites exclusivos de assinantes do UOL.

O que o Zipmail oferece
1 Mb de espaço para guardar suas mensagens;
Filtro para bloquear remetentes indesejados;
Busca de mensagens em sua caixa postal;
Capacidade de baixar mensagens de contas de outros servidores.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

CityGlobe